Que Diabos é Substância?

Um cavalo é uma substância? Um homem é? Que tal uma estátua de cavalo e homem? A matéria subjacente é a substância ou é a sua forma? Ou é o composto da matéria e forma o que uma substância realmente é? Talvez não haja substância. Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas…

Durante a maior parte da minha vida, eu dei preferência a ler não-ficção em relação à ficção, usando o argumento de que uma vez que “a verdade é mais estranha que a ficção”, por que perder meu tempo com “verdades inventadas”? Não preciso dizer que eu estava profundamente enganado. Mas conto isso agora apenas para explicar por que, durante esse mesmo período da minha vida, eu lia não-ficção como se fosse ficção. Eu lia página por página apreciando o mistério do entendimento gradativamente se desdobrar diante dos meus olhos, ansiando pelo final do livro como se o assassino de uma estória de Agatha Christy fosse ser revelado. Foi ingênuo assim (para não dizer estúpido) que três anos atrás fiz uma débil tentativa de enfrentar a “Metafísica” de Aristóteles. O trauma foi tão forte que só agora estou me recuperando. Rapaz, é nessas horas que eu gostaria de acreditar em Deus ou qualquer outra superstição menor! Porque agora vou precisar de toda a ajuda que puder ter para encarar esse tomo.

Continuar lendo

Anúncios