O Problema da Percepção



“Catedral de Rouen”, por Claude Monet.
Eu não preciso nem de cores para deixar claro o meu ponto.

Se existe um mundo cheio de objetos que são independentes do meu próprio corpo ou mente, e se eu posso apenas conhecê-los através dos efeitos que eles têm nos sentidos do meu corpo, por sua vez causando estados mentais de consciência no meu cérebro onde esses objetos são representados, como posso saber que essas representações correspondem aos objetos ou, em outras palavras, que minhas percepções correspondem à realidade?

Um comentário sobre “O Problema da Percepção

  1. A percepção é distorcida; mas o conceito é uno: A Catedral de Rouen. “Things are said to be named ‘equivocally’ when, though they have a common name, the definition corresponding with the name differs for each. Thus, a real man and a figure in a picture can both lay claim to the name ‘animal’; yet these are equivocally so named, for, though they have a common name, the definition corresponding with the name differs for each. For should any one define in what sense each is an animal, his definition in the one case will be appropriate to that case only.” – Aristotle, The Categories

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s