A Estória da Civilização: Elementos Econômicos – As Fundações da Indústria

“O homem, disse Franklin, é um ‘animal que usa ferramentas’.”
Will Durant, “Nossa Herança Oriental”, página 12.
(Um “lascador” de Irian Jaya, em Papua Ocidental, Nova Guiné: estudos sugerem que a habilidade desse tipo de produção de ferramentas de pedra é dominada por hominínios há cerca de 500 mil anos — e que isso indica a presença de algum tipo de linguagem já naquela época.)

SUMÁRIO: Começando com a descoberta do fogo, o homem passa a construir ferramentas e a produzir cada vez mais bens materiais e alimentícios, e, assim, aprimora suas condições de vida. Inicialmente, a melhora se dá pela utilização direta dos bens; posteriormente, pelo acúmulo de riquezas através da comercialização do excedente.


“Se o homem começou com a fala, e a civilização com a agricultura, a indústria começou com o fogo.” Seu provável uso inicial foi para domar a escuridão; após, para o aquecimento e, então, para moldar os metais. Com o poder do fogo, talvez o homem tenha olhado os animais à sua volta e a natureza como um todo e resolvido imitar suas ferramentas e sua indústria. O homem, disse Benjamin Franklin, é um “animal que usa ferramentas”.

Provavelmente, tirado do mundo vegetal, o bastão foi a primeira ferramenta, muito simples porém muito útil. Na agricultura, ele se tornou inchada; na guerra, lança, dardo, espada. Do mundo mineral, rochas foram esculpidas em uma miríade de utensílios; do animal, couro, ossos e conchas  proveram a matéria-prima. A inventividade do homem primitivo talvez igualasse ou até mesmo superasse a do homem médio moderno. Nós diferimos deles apenas pelo acúmulo social de conhecimento, materiais e ferramentas, e não por uma superioridade inata de cérebros. Sinceramente, se dependêssemos da minha inventividade, acho que ainda não teríamos passado da Idade da Pedra!

Às ferramentas mais básicas, provavelmente através das mulheres, seguiu-se a arte da tecelagem, da cestaria, da cerâmica e, finalmente, a de construir abrigos usando tijolos de barro, musgo, galhos. “A arte começou onde a natureza parou.”

Apenas três outros desenvolvimentos eram necessários, então, para o homem primitivo criar todos os essenciais da civilização econômica: mecanismos de transporte, processos de comércio e um meio de troca.

Inicialmente, o homem era seu próprio “burro de carga”, depois ele domou os animais e, com cordas e galhos criou o trenó; ele rolou toras por debaixo do trenó para diminuir o atrito e, depois, cortando seções transversais criou a maior invenção mecânica de todas, a roda; ele colocou rodas embaixo do trenó e fez uma carroça. Com outras toras ele fez jangadas ou talhou canoas e, com elas, encontrou o meio mais conveniente para o transporte: os riachos, córregos e rios — até mesmo o mar.

Como as habilidades humanas e os recursos naturais são distribuídos desigualmente, um povo pode ser mais capaz de produzir determinados artigos que seus vizinhos (Adam Smith chamou isso de “vantagem absoluta”). Desses artigos que eles produzem mais do que conseguem consumir, eles vão oferecer o excedente a outros povos em troca dos seus. Essa é a origem do comércio.

Por muito tempo, o comércio foi baseado puramente no escambo, até que inventaram um meio padronizado de troca para agilizar e facilitar as operações. No início, esse meio era algo universalmente útil como sal, peles e, principalmente, gado. A própria palavra capital vem do latim capitale que quer dizer propriedade, e esta por sua vez deriva de caput, que significa cabeça (de gado). Quando metais começaram a se tornar disponíveis, eles aos poucos substituíram outros meios pela sua conveniente representação de alto valor — primeiro cobre, depois bronze, prata e finalmente ouro — ocupando pouco espaço e pesando pouco. Mas esse avanço não parece ter sido feito pelo homem primitivo e, sim, pelas primeiras civilizações.


  1. Quais os desenvolvimentos essenciais que levaram o homem primitivo à civilização econômica?
  2. Qual a condição básica para o surgimento do comércio?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s