A Estória da Civilização: Elementos Econômicos – Da Caça para o Cultivo

No momento em que o homem passa a pensar no amanhã, ele sai do Jardim do Éden para o vale da ansiedade…
Will Durant, “Nossa Herança Oriental”, página 6.
(Ju/’hoansi “bushmen” na Namíbia: caçadores-coletores que, até hoje, vivem o momento e sobrevivem com quinze horas semanais de trabalho.)

SUMÁRIO: A descoberta da agricultura pelas mulheres tira o homem da caça ao prover um suprimento confiável de alimento, enquanto a domesticação dos animais aprimora sua vida — o homem aprende o conceito de tempo e, com isso, descobre a ansiedade e começa a ser humano.


Vimos que a principal condição econômica da civilização é um suprimento regular de comida e água. Mas várias refeições por dia é um luxo muito recente. Para o homem primitivo, a regra sempre foi “fartura ou fome”. Eles tinham sorte, num certo sentido: viviam o presente. Pois, no momento em que o homem começa a pensar no amanhã, a ansiedade se instala, a preocupação recai sobre ele, a ganância aumenta, a propriedade começa e a alegria silenciosa de não pensar a menos que seja forçado desaparece.

Caçar para a maioria de nós hoje é pouco mais do que um jogo, cujo prazer parece ser baseado em dias passados ​​quando, tanto para o caçador quanto para o caçado, era uma questão de vida ou morte. Porque a caça não era apenas uma busca por comida, mas uma guerra por segurança e dominação, uma guerra contra a qual todas as outras guerras registradas na história são apenas ruídos. Na selva, nem sempre há comida para todos.

Hoje, delegamos quase toda a nossa caça, já que não temos estômago para a “matança honesta nos campos”; mas nossas lembranças permanecem na busca ativa por qualquer coisa fraca e até mesmo nas brincadeiras infantis. Em última análise, a civilização é baseada no suprimento de alimentos. “A catedral e o capitólio, o museu e o teatro, a biblioteca e a universidade são a fachada – nos fundos, estão os matadouros.”

Mas a caça não era algo original; se o homem tivesse se limitado a isso, ele seria apenas outro carnívoro. Ele começou a ser humano quando saiu da incerteza da caça para a maior segurança e continuidade da vida pastoril. Pois isso envolvia vantagens de grande importância: a domesticação de animais, a criação de gado e o uso de leite.

Não há como saber como a domesticação começou, mas em algum momento certos animais trazidos para o abate não foram abatidos de pronto. Eles ainda seriam comidos, mas não tão cedo. Começaram a ser usados ​​para carga e acabaram sendo aceitos quase democraticamente na sociedade do homem; eles se tornaram seus parceiros e formaram com ele uma comunidade de trabalho e residência. O milagre da reprodução foi controlado e dois cativos se multiplicaram para formar um rebanho. O leite animal libertou as mulheres da amamentação prolongada, reduziu a mortalidade infantil e forneceu uma nova e confiável fonte de alimento. A população cresceu, a vida se tornou mais estável e ordeira, e o domínio daquele novo ator na Terra — o homem — ficou mais garantido.

Enquanto isso, as mulheres estavam fazendo o maior avanço econômico de todos – a recompensa do solo. Sua utilização passou por fases de crescente complexidade: primeiro, o uso espontâneo do que crescia naturalmente no solo, depois veio a enxada e, finalmente, o arado. No final desse processo, a natureza ensinara ao homem a arte do sustento, a virtude da providência e o conceito de tempo. “Com essa realização, o homem deu um dos três passos que levaram do animal à civilização – fala, agricultura e escrita”.


  1. Quais foram as vantagens da agricultura em relação à caça?
  2. Quais os benefícios que a domesticação dos animais trouxe?
  3. Quais os três passos que “levaram do animal à civilização”?

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s