História da Filosofia – Aula 1: Introdução

…um arranha-céu da cidade de Nova York, com tudo que isso representa, com o décimo-terceiro andar numerado com ‘quatorze’, porque treze é um número que dá azar.
— Leonard Peikoff, curso de “História da Filosofia”, ARI, Aula 1.
(Um prédio sem o andar 13. O homem é uma mistura de racionalidade extrema com misticismo irracional. A culpa disso está na filosofia — a solução, também.)

Nessa aula introdutória do curso de História da Filosofia, Peikoff primeiro nos convida a olhar para o mundo de hoje: O que nós vemos?

A pintura representa manchas; a música, barulho; a literatura, sequências sem sentido de letras; na educação, sentimentos e ajustamento social ao invés de raciocínio e conhecimento; na religião, guerras sem fim entre seitas; na ciência, assunções arbitrárias, não mais objetivas que na religião.

O resultado?

Psicologicamente: ansiedade.

Socialmente: violência.

Politicamente: ameaça de guerra nuclear e algum tipo de fascismo ou comunismo.

Ele fazia essas perguntas nos anos 70, mas abra qualquer jornal e verá quão contemporâneo ele é.

Como explicar isso?

Sua metáfora é muito boa: assim como um psicoterapeuta busca no passado de seu paciente neurótico o entendimento de sua condição, nós devemos buscar na história intelectual de nossa cultura — a história da filosofia — o entendimento da sua condição.

Se quisermos fazer algo a respeito do mundo, nós devemos conhecer o inimigo. Devemos entender seus argumentos e identificar suas falhas — só assim poderemos combatê-lo.

Mas entendamos primeiro o que é filosofia.

Etimologicamente, filosofia é o amor (philein) pela sabedoria (sophia), mas isso é muito superficial. Prefiro parafrasear a própria Ayn Rand:

Filosofia é uma visão integrada e sistemática da existência, fundada em princípios.

Assim, vejo filosofia como a mais humana das atividades do homem, sua racionalidade operando no mais amplo nível conceitual.

A filosofia é composta por cinco ramos: em sua base, metafísica e epistemologia.

A metafísica lida com a natureza fundamental da existência como um todo. O que constitui a realidade? Existe outra dimensão? Existe só matéria ou mente e alma também? Há leis universais? Ela procura princípios que fundamentem tudo.

Epistemologia define a natureza e o método do conhecimento humano. Existe realmente conhecimento? Caso exista, o obtemos pela razão, revelação ou pensamento positivo? Nós podemos ter certeza de algo? Os nossos sentidos provém experiências válidas ou apenas fabricações de nossa imaginação? O que são conceitos (se é que eles existem)? Responder a essas questões é uma pré-condição para toda a filosofia subsequente.

Só então podemos subir para os outros três ramos. Ética pergunta qual deve ser nosso propósito na vida, nossos valores, escolhas e ações. Política pergunta qual a natureza da sociedade e quais as funções corretas do governo. Finalmente, estética pergunta qual a natureza da arte, e como avaliá-la.

Cronologicamente, a filosofia é dividida em três períodos principais: antiga, medieval e moderna. De forma simplificada:

Filosofia antiga começa quando o homem primeiro demanda explicações racionais acerca do mundo, e termina quando o cristianismo o manda parar.

Filosofia medieval, então, dura até que o homem decida usar a razão novamente.

Filosofia moderna, por sua vez, vai até que o homem pare de novo de usar a razão e passe prioritariamente a sentir, quando o Pós-Modernismo chega para ficar.

O curso, no entanto, vai somente até Kant (1724-1804), o qual marca o começo do longo denouement da modernidade.

Mas, por enquanto, ainda somos racionais: Tales e o começo da filosofia nos aguardam a seguir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s