História da Filosofia (até a “inversão” de Kant)

Uma exposição parcial porém corajosa da história da filosofia para quem não odeia Ayn Rand. Eu gostei muito.

Eu seria incoerente comigo mesmo se não começasse a estudar filosofia a partir de sua história. O difícil é selecionar entre tantas fontes. No final, acabei fazendo uma escolha atípica.

Eu comecei, talvez, pelos dois livros de volume único mais populares: “The Story of Philosophy” de Will Durant e “History of Western Philosophy” de Bertrand Russell. Ambos excelentes, mas enquanto o primeiro peca pela limitada abrangência, o segundo peca por se perder em opiniões ao invés de fatos.

Uma vez que dirijo muito, resolvi checar os audiobooks da série “The Great Courses”. De todos que experimentei, o melhor e mais extensivo foi “The Great Ideas of Philosophy” por Daniel N. Robinson: trinta horas de aulas apresentadas por alguém que nitidamente domina o assunto, e o expõe muito bem. Altamente recomendado.

Com interesse redobrado, comecei a ler “A History of Philosophy” de Frederick Copleston, que apesar de ser um jesuíta de Oxford, faz um ótimo trabalho de separar claramente explanação descritiva de comentários opinativos. No entanto, seu grandioso trabalho em nove volumes foi um pouco demais para mim, e eu acabei experimentando um último curso online — não me arrependi.

Esse curso foi o “History of Philosophy”, ministrado por Leonard Peikoff e disponibilizado gratuitamente no Ayn Rand Institute. Tanto Ayn Rand quanto Peikoff têm um defeito: são muito parciais, afeitos a ataques ad hominem. Isso é ruim, pois confunde a validade de uma ideia com suas consequências ou com o caráter de seu proponente. No entanto, eu admiro a maneira como eles problematizam a filosofia, mostrando sem medo os motivos ulteriores que originaram cada ideia e mesmo seus resultados potencialmente nefastos. Essa abordagem demanda um trabalho extra do aluno, que precisa saber discernir bem fatos de opiniões. Em contrapartida, exposições totalmente imparciais acabam sendo muito vagas quanto a causas e consequências, apresentando sistemas filosóficos como comida em um cardápio. Mesmo assim, sempre caberá ao cliente confiar ou não nas recomendações do chef. Eu fiz a minha escolha. Faça a sua.

O curso não é completo, indo somente até Immanuel Kant, provavelmente por Leonard Peikoff considerá-lo (mesmo que muito a contragosto) o último grande filósofo necessário para o entendimento do mundo de hoje. Realmente, após a “inversão”[1] orquestrada por Kant, pode-se considerar que “o resto é história”.

Dito isso, a grande virtude que encontrei na exposição de Peikoff foi seu enfoque na conexão de ideias através dos séculos e milênios. Muito mais importante do que os pormenores de uma dada filosofia é o seu papel em avançar — ou regredir — o fluxo de ideias que percorrem a história até chegar a nós.

Hoje, regurgitamos o que nos é bombardeado por todos os lados como se fossem nossas próprias ideias. Não nos damos conta de que quase tudo um dia nasceu da caneta de um filósofo enfurnado em sua mesa (ou do estilete de um escriba). Sim, temos pensamentos originais, mas a marca deles é o esforço — e quem faz isso hoje?

Esse é apenas o “post zero” sobre o curso. Muito mais se seguirá.

 


Notas

1. Como “inversão”, eu me refiro ao que o próprio Kant chamou de sua “revolução copernicana”. Quando chegarmos em Kant, isso ficará bem mais claro, mas eu não gosto de usar seu termo por dois motivos: (i) o que ele fez foi realmente uma inversão de 180 graus em epistemologia, e (ii) eu acho injusto com Nicolau Copérnico associar sua grande descoberta à grande destruição engendrada por Kant.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s